Todas as avaliações do usuário

Avaliação de César Oliveira em 04/09/2014

Avaliou moto Honda Lead 110 2011

Comentários:
Apesar dos muitos contras, recomendo para quem mora em cidades de bom asfalto, é uma motoneta muito divertida. Fica muito melhor com gasolina Podium, vale a pena cada centavo a despesa extra. Também vale a pena usar a vela de ignição da CB300R (específica para pilotagem prolongada com o motor em alta rotação). O desempenho melhora nitidamente e a economia também. Dei nota baixa para o visual porque o fato de a motoneta ser muito "assimétrica" me incomoda. É bem menos feia vista da lateral esquerda do que pela direita. E também é bem mais agradável de frente do que de traseira. Porém design é subjetivo e em motos desse tipo e desse valor, é secundário.
Pros:
Agilidade; Ocupa pouco espaço na garagem; Custo x benefício bem interessante diante da PCX (experimentei uma e não vi argumento para custar quase R$ 4.000 a mais que a Lead - talvez estético, mas em termos práticos, continua sendo um scooter urbano, e só); Manutenção rotineira simples de fazer em casa (ajustes, troca de óleo e filtros); Divertidíssimo. Comprei usada, em ótimo estado, nunca um investimento tão pequeno me trouxe tanta satisfação; Os motoristas mostram muito mais simpatia e paciência quando comparado a motos convencionais. Acabamento muito bom se comparado com os scooters chineses. O perigo das rodas pequenas não passa de lenda. Desde, claro, que pilotada com a devida parcimônia. Como aliás deveria ser com qualquer veículo.
Contras:
Se por um lado é divertido e traz satisfação, é ruim de revender. A procura por motos tipo CG é muito maior. Peças de acabamento difíceis de encontrar e caríssimas. Vela, pastilha de freio e filtro de ar caros. Só se encontra peças na concessionária. Nas lojas "genéricas", torcem o nariz. Enquanto a Honda permanecer lucrando com Biz e CG, os outros modelos cairão no total esquecimento. Não é exclusividade desta moto, mas o DPVAT anual é muito caro. Quase tira a vontade de ter moto. Tenho um carro de 10 vezes o valor da Lead e paga quase a mesma coisa. Sacanagem governamental que colocou "as meninas que andam de scooter no mesmo saco dos motoboys enfurecidos". Não tem pedal de partida para emergências. A falta do tanque no meio das pernas, como nas motos convencionais, dá a ligeira impressão de que o piloto não tem onde se segurar. Não serve para pessoas com mais de 1,80m, tenho um pouco menos e está no limite. Não serve para cidades com calçamento de pedra ou asfalto muito irregular.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano
Quilometragem
8500
Manutenção
Custo de Mantenção
3.5
2.5
3
4
4.5
4.5
4.5