Colete protetor de coluna para motociclistas

Por Alessandro Temperini 17/nov/2009 1 comentário
Protótipo do colete protetor de coluna em escala 1/20

Protótipo do colete protetor de coluna em escala 1/20

Todos os anos, o Brasil registra 10 mil mortes causadas por acidentes de moto, segundo dados do Ministério da Saúde. A cada dia, o número chega a 30. As estatísticas não incluem os ferimentos graves causados no crânio, pescoço e coluna, que muitas vezes imobilizam os condutores por tempo indeterminado e até indefinidamente. Pensando nisso, o engenheiro civil Luiz Roberto da Silva criou o Colete Protetor de Coluna, um item adicional ao capacete, invento já com a patente requerida e aguardando interessados em produzir em escala comercial.

O inventor lembra a ocorrência comum de quedas onde há complicações no pescoço e na cabeça, mesmo em baixa velocidade e com o uso de capacete, causadas pela força do impacto. O colete ”segura” a pessoa desde a cabeça até o meio da coluna, ao mesmo tempo permitindo a mobilidade e a dirigibilidade, já que sua rigidez é maior na área do pescoço.

Segundo o engenheiro, o produto pode ser feito de fibra de carbono, fibra de vidro reforçada ou alumínio revestido com espuma. A fibra de carbono seria o material mais indicado, por proporcionar rigidez suficiente e leveza, porém é cara. Em relação a materiais alternativos, o engenheiro explica que deverá haver testes apra conprovar a viabilidade.

Silva está em busca de parceiros para ajudar a desenvolver modelos. Ele já construiu um protótipo na escala de 1/20, porém com ele não é possível fazer os testes adequados. A ideia é confeccionar um produto popular, que possa ser adquirido por motociclistas que trabalhem com seu veículo e tenham baixo poder aquisitivo. Mesmo acessível, o importante é que o produto seja o melhor e mais moderno, oferecendo toda a proteção necessária para a segurança de seu usuário no caso de quedas e acidentes.

Com patente requerida em todo o território brasileiro, Luiz Roberto Silva busca negociá-la ou obter uma parceria entre fabricantes e desenvolvedores de tecnologia, para criar modelos, realizar testes e conseguir industrializá-lo. Empresários interessados em investir no produto devem entrar em contato com a Associação Nacional dos Inventores pelo telefone (11) 3873-3211.


Categorias: Notícias

About Alessandro Temperini

Publicitário, blogueiro e motociclista. =)
  • http://Site/Blog Edivando Guimarães

    É bem interessante; mais acredito que alguns empresários vejam o invento da seguinte forma: “se ainda tem motoqueiro que não usa capacete; quem garante que usariam um acessório mais complexo assim!!!!” Mesmo assim parabéns para o inventor, e abrçs p/ os amigos!